Arquivo | maio 2011

Para as mamães

Olá leitoras do Blog.

 Estava lendo o evangelho de Matheus quando o Espírito Santo me chamou a atenção para a história de duas mães e suas respectivas filhas. No capítulo 14 encontramos Herodias, uma mulher orgulhosa e manipuladora, capaz de influenciar sua própria filha para a realização do seu desejo de ver a morte de João Batista, profeta do Senhor. Uma atitude detestável, mas que vem se repetindo nos dias de hoje. Quantas mulheres não usam seus filhos como meio de realizar sonhos que elas não puderam realizar no passado? Por isso elas passam a projetar o futuro desses jovens e depositar sobre eles uma expectativa muito grande. Então eles passam a viver sobre um fardo pesado demais, sabendo que, para poderem agradar suas mães é preciso trocar as suas próprias decisões pelas decisões delas. Dessa maneira, quantos “João Batistas” não estão sendo decapitados? Quantos sonhos não estão sendo jogados na prisão por causa de mulheres como Herodias?

Em contraste com essa história, vemos no capítulo 15(versículos 21-28) a história de uma mulher de fé. Uma mulher que a Bíblia não cita o nome, mas que mostrou para todas nós qual é o plano de Deus para a maternidade. Uma mãe que sofria com sua filha endemoniada e não mediu esforços para estar perto de Jesus. Ela não deu ouvidos àqueles que estavam do seu lado, mas acreditou que Jesus tinha o poder de libertar sua filha. Por isso, ela não se contentou com a primeira resposta de Jesus, mas insistiu até ver sua filha curada.

 Quando o Senhor confia uma vida em nossas mãos não é para que os nossos sonhos sejam realizados através delas, mas é para que possamos cuidar delas com amor até que os SONHOS DE DEUS sejam concretizados. Ser mãe é criar filhos PARA DEUS, sejam eles naturais ou espirituais. Ainda não sou mãe, mas guardo esse sonho comigo e, enquanto não chegar o tempo de Deus para concretizá-lo, estou gerando filhos espirituais. Pessoas que têm se apoiado em minhas atitudes e que eu tenho coberto com minhas orações e amado com um amor incondicional. Quando o Senhor me der a honra de gerar filhos naturais espero estar preparada para ser uma mãe de fé, como a mulher de Caná. Alguém que abençoa, que não traz fardo, mas que, pelo contrário, leva o fardo de seu filho e apresenta-o diante de Deus.

 Desejo a todas as mães que estiver lendo esse post um FELIZ DIA DAS MÃES(mesmo que atrasado, rsrs). Que suas expectativas não estejam mais em nada desse mundo, mas que elas sejam depositadas em Deus. Que o Senhor possa abençoá-las e fortalecê-las para o cumprimento desse chamado que é ser mãe!!

 Um abraço!!    

Anúncios